Porquê estes números?

Foi definido como ponto de partida da dívida pública a estimativa para o ano de 2014, contante no Orçamento do Estado de 2014 (127% do PIB), tendo como objectivo atingir o valor de 60% do PIB, em consonância com o Tratado sobre a Estabilidade, Coordenação e Governação da União Europeia. Sempre que se apresenta o número de anos em que a dívida será paga, esse período refere-se ao tempo previsto para que a dívida atinja os 60% do PIB.

Para simplificação do modelo, o limite mínimo da taxa de crescimento do PIB é 0%, sendo o limite máximo 5,1% que corresponde à taxa média de crescimento dos 5 países europeus que registaram o maior crescimento do PIB entre os anos de 1996 e 2012.

No saldo primário foi definido como limite mínimo um défice estrutural de 0,5%, em linha com o Tratado sobre a Estabilidade, Coordenação e Governação da União Europeia, sendo o limite máximo metade do saldo primário médio da Noruega, visto este país ter registado o valor mais alto entre 1995 e 2012, o que corresponde a 5,6%.

Para a taxa de juro das Obrigações do Tesouro a 10 anos do Estado Português foi definido como limite máximo o valor correspondente à Taxa de Juro das Obrigações do Tesouro Grego no dia 19 de Novembro de 2013, ou seja 8,2%.

Para cada indicador encontram-se,do lado direito, gráficos com informação que pretendem auxiliar a tomada de decisão.